Guia de Montagem – Unidades Modulares de Cultivo

Unidades modulares de cultivo Tropikali. Guia do usuário

 

Obrigado. Você acaba de adquirir um produto extremamente funcional e durável, tomando pequenas precauções você disfrutara deste produto por muitos e muitos anos. Todos os produtos Tropikali são produzidos com materiais destinados a serem eficientes e extremamente duráveis. Tudo é feito por nossas mãos e de nossos amigos, por isto, as vezes, não são tão bonitos, como os industrializados. Mas tratores também não são bonitos.

 

Materiais utilizados: estantes de aço escovado reforçadas para suportar 100 kg por andar, velcros, parafusos e madeira. Paredes em polietileno virgem de baixa densidade super grosso, 500 micras, opaco, preto e branco reflexivo brilhante, próprio para contato com alimentos e atóxico.

 

1 passo. Fig.1

 

 

Com o velcro face para baixo, separe duas colunas paralelas na distancia das laterais maiores das prateleiras, observe os furos das colunas para que sejam todos iguais embaixo e encima.

Encaixe a prateleira sem furos de suporte, que é o chão, deixe a parte lisa apontando para a outra extremidade que será o teto, apoie entre duas cadeiras para que não caia. Você poderá deixar a altura do chão que desejar, somente tome cuidado para parafusar na mesma altura dos furos das colunas da prateira para que fique nivelada quando posta em pé. Parafuse a mesma altura, nas laterais onde não há velcro. Prenda bem os parafusos com a chave que vem no kit. As pontas dos parafusos devem ficar para dentro do armário

 

 

Mantenha as cadeiras apoiando as prateleiras para elas não cairem e entortarem as colunas que estão presas a ela e no chão.

     Se for de somente um andar é somente proceder o mesmo com o teto, deixando os suportes das luzes para baixo, apontando para o piso do armário.

     Se for de dois ou mais andares, escolher as alturas dos níveis com cuidado para não errar nos furos e desnivelar as prateleiras.


 2 passo. Fig2

 

 Após ter preso tudo embaixo, proceda o mesmo com as outra laterais mas agora com os velcros apontando paro o teto, apoie a coluna de um lado e prenda os parafusos nos buracos iguais que você escolheu nas outras colunas, faça o mesmo do outro lado sempre apertando bem apertado os parafusos. Tire as cadeiras que apoiavam as prateleiras e com a ajuda de alguém ou com cuidado levante seu armário tentando não entortar muito, é normal que ele ainda não pareça tão estável, se preferir prenda agora mais um parafuso em cada prateleira fazendo um pequeno furo no velcro da coluna e isto a deixara muito firme. Após ter colocado os outros itens a seguir, ela ficara de qualquer maneira, muito estável e firme. Para desmontar faça o mesmo procedimento deitando o armário e apoiando as prateleiras antes de soltar os parafusos.

 

 

3 passo. Fig 3

 

 

Escolha a altura das entradas e saídas de ar e prenda os suportes de madeira nas colunas conforme seu gosto. As pontas dos parafusos devem ficar para dentro do armário

Comece forrando por traz o armário, centralizando e esticando bem as paredes, sempre segure as paredes pelos velcros e evite puxar com violência suas portas, pois os velcros são muito fortes e podem estirar ou ate rasgar a lona super-reforçada, que se bem utilizada, vai durar por muitos e muitos anos.

Estique bem as laterais e com um estilete abra os furos de entrada e saída de ar, de maneira que coincidam com os furos nas madeiras de suporte.

Forre os pisos com a lona, a parte branca para cima, instale sua extensão no suporte de madeira, timer, lâmpadas frias e inicie sua experiência com suas queridas plantas.

 

Acompanha pedaços de reparos caso algo inesperado ocorra ou queira mudar os furos de ar. Corte o pedaço necessário e cole com cola de vinil.

    Para mudar as alturas das prateleiras, retire as lonas e desparafuse e parafuse cada prateleira na altura desejada, um andar por vez. Assim não precisara deitar o armário todo, sendo simples esta mudança.

Para que não haja contaminação luminica entre os andares, o que tiver maior fotoperiodo deve ser localizado no andar de baixo e a lona de proteção do solo deve ser posta com a face negra para cima, deste modo, a luz gerada no andar de baixo não passara para o andar de cima. Desde que a porta e as paredes estejam bem esticadas e sem nada empurrando elas de dentro do armário.

Cada andar deverá ter sua entrada e saída de ar própria se a porta ficar toda fechada. Caso deixe a porta aberta, ou partes abertas, poderá fazer a entrada ou a saída de ar passivamente, sem a necessidade de dois extratores em cada andar. Se a porta ficar toda aberta, apenas um pequeno ventilador oscilando em baixa velocidade e apontado para o armário, é uma ótima opção, pois garante que os níveis de umidade dentro do armário se mantenham baixos, oque evita aparição de fungos ou mofo em suas plantas.